CONTATOS

aban@faculdadesocial.edu.br
(71) 4009-2804
 

© 2017 - Agência Baiana de Notícias - Centro Universitário UNISBA

Please reload

Posts Recentes

Couchsurfing: Para um bom viajante, um sofá basta

November 12, 2019

1/7
Please reload

Posts Em Destaque

Semana Santa sem peixe

March 28, 2019

Vatapá Vegano

 

 

Depois dos festejos profanos do carnaval é hora de direcionar as atenções para o sagrado. A semana santa é uma festa conhecida também pela mudança alimentar durante o período – começando no Domingo de Ramos, relembrando a entrada de Jesus em Jerusalém, até o Domingo de Páscoa, data da ressureição do Messias –, em que os religiosos substituem a carne vermelha por peixes, como o tradicional bacalhau. Mas, com a popularização cada vez mais crescente do veganismo, driblar essa tradição começa ser uma opção para muitas pessoas.

 

O estudante Natan Cezar Souza de Araújo é vegano há 7 anos  

 

 

Este é o caso do estudante de xamanismo e alquimista Natan Cezar Souza de Araújo é vegano há 07 anos. Ele conta que durante o período há pratos típicos que podem ser adaptados e cita a receita de peixe vegano. “Os ingredientes básicos são o tofu, folhas de algas nory, farinha de trigo, de rosca, shoyu e tempero verde. Pode servir com arroz”. Outra dica de Natan é o vatapá vegano. “Nesta receita o ingrediente principal é o fruta-pão. Além disso, leva amendoim, castanha, cebola, alho, gengibre e o leite de coco seco. E, claro, não pode faltar o azeite de dendê a gosto”, orienta.

 

Já a história entre o veganismo e o nutricionista Paulo Victor Gonzaga Pinheiro começou há 17 anos. Ele, além de ser vegano, também é empresário do setor e possui restaurante, pizzaria e lanchonetes vegan. Durante a semana santa, ele explica que existem maneiras simples de substituir a famosa moqueca de peixe por outras opções. “Dá para fazer deliciosas moquecas com legumes, banana da terra ou cogumelos”, pontua.

 

 

E para aqueles que acreditam que a dieta vegana não possui todos os nutrientes necessários por excluir os derivados animais, a nutricionista Priscilla Lima diz que a crença não passa de um mito. “Uma alimentação vegana é tão saudável quanto qualquer outra dieta e suficiente para atender às necessidades humanas, além de apresentar diversas vantagens quando comparada a outros tipos de dietas, inclusive ajudando na prevenção de uma série de doenças”.

 

Moqueca de banana da terra

 

A profissional explica ainda que o planejamento deve ser adequado às necessidades de cada indivíduo e cita alguns valores nutricionais dos produtos que não são de origem animal. “As leguminosas são ricas em vitaminas, minerais, antioxidantes e fitoquímicos. São também excelentes fontes proteicas de origem vegetal os brotos (exemplo broto de feijão) e cogumelos. Já as batatas, aipim e inhame, por exemplo, são excelentes fontes de carboidratos enquanto as oleaginosas e sementes são fontes de gorduras boa ricas em fibras, vitaminas do complexo B, vitamina E, vitamina A e minerais essenciais para manter uma boa saúde”, finaliza.

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Siga