Please reload

Posts Recentes

Couchsurfing: Para um bom viajante, um sofá basta

November 12, 2019

1/7
Please reload

Posts Em Destaque

Saiba como microempreendedores estão gerando receita com o uso do Instagram

April 12, 2018

 

Postar fotos, vídeos, boomerangs, stories e até transmissões ao vivo são opções dadas pela rede social Instagram aos seus usuários. Criada por um brasileiro e um americano, em 2010, e depois comprado pelo Facebook, em 2012, por 01 bilhão de dólares, o Instagram possui em média 800 milhões de usuários. O poder de alcance e a praticidade fizeram da plataforma o ambiente perfeito para atuação do marketing digital.

 

A estudante Tauane Oliveira, de 22 anos, decidiu apostar nesse novo mercado. Criou a conta @dliciade_doces para vender doces e bolos confeitados. “Consigo atrair os clientes postando fotos dos produtos. Eles entram em contato comigo usando os comentários públicos, o direct (mensagens privadas da rede) e ainda pelo número do whatsapp que coloco na descrição do perfil da conta”, explica Tauane Oliveira. A estudante diz ainda que fatura entre R$ 250,00 a R$ 700,00 por mês a depender do período.

 

 Uma pesquisa realizada pela Revista eMarketer, especializada em marketing digital, mostrou que, em 2017, 70,7% das empresas utilizaram o Instagram para divulgação e venda. Adriano Soares, 21 anos, faz parte deste universo. No fim do ano passado, ele criou uma linha de roupas conceituais chamada Produto Dugueto e utiliza apenas o Instagram como plataforma de venda. No primeiro mês, conseguiu R$ 700,00 de lucro com o negócio.

 

Tanto Tauane Oliveira quanto Adriano Soares apostam no chamado crescimento orgânico para alcançar os seus clientes. Nesses casos, eles não pagam para que os seus posts sejam vistos para pessoas que não seguem as suas contas no Instagram. No entanto, esse não é o comportamento ideal de quem quer usar a rede social para negócio. A especialista em marketing digital Ana Tex explica que chamar atenção das pessoas hoje em dia não é mais tão fácil. Esse método funcionava há cinco ou seis anos, mas atualmente a quantidade de informação é tão grande e as formas de apresentar o post no feed do cliente depende de tantas variáveis que ficou mais complexo atingir o seu público alvo de forma orgânica.

 

Boa parte dos empreendedores, que utilizam o Instagram como plataforma de venda, aposta nas chamadas postagens patrocinadas ampliando assim o alcance do seu produto. De acordo com pesquisa realizada pela empresa Klear, especialista em análises de mídia social, os posts patrocinados no Instagram geraram aproximadamente 01 bilhão de dólares somente em 2017.

 

Mas não basta apenas pagar para ser visto ou seguido. Ana Tex explica que “nem sempre o seguidor é cliente”, ou seja, um perfil pode ter vários seguidores, porém cada um deles não necessariamente realiza compras ou se interessa em ver os conteúdos ou produtos do vendedor. A indicação é que se mantenha uma dinâmica de postagens com informação relevante para o público alvo do negócio a fim de que este se sinta interessado em adquirir o produto.

 

Um das dicas para despertar este interesse pelo produto é, segundo a especialista, mostrar ao interlocutor que existe um problema e que o negócio em questão tem a solução. Outra dica é criar um link de pagamento, com isso, o processo de venda é facilitado e gera um dinamismo, que pode evitar uma demora no decorrer da venda e possível desistência do comprador.

 

A vendedora Laila Larousse faz do Instagram a sua loja e do feed a sua vitrine. Ela vende roupas e conta que já chegou a gerar uma receita de mais de 10 mil reais em meses como junho e dezembro. Ela conta que o faturamento varia a depender da semana e que gera uma receita média de 1.500 a 2.000 reais por semana. Laila realiza entregas para qualquer lugar do Brasil e utiliza-se de boas fotos com modelos para atrair os clientes e garantir o sucesso das vendas.

 

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Siga
Procurar por tags
Please reload

Arquivo
  • Facebook Basic Square
  • Twitter Basic Square
  • Google+ Basic Square

CONTATOS

aban@faculdadesocial.edu.br
(71) 4009-2804
 

© 2017 - Agência Baiana de Notícias - Centro Universitário UNISBA